23 de março de 2019

Barragem da Vale em Barão de Cocais entra em alerta máximo para risco de rompimento; sirenes são acionadas

Barragem Sul Superior da Vale, em Barão de Cocais (MG), está com risco de rompimento — Foto: Globocop
Uma barragem da Vale, em Barão de Cocais (MG), entrou em alerta máximo para o risco de rompimento na noite desta sexta-feira (22). As sirenes nas proximidades da barragem Sul Superior, da mina de Gongo Soco, foram acionadas. Esta é segunda vez que as sirenes foram disparadas em pouco mais de um mês, e moradores já haviam sido retirados de suas casas no dia 8 de fevereiro.

O nível de segurança da barragem que estava em 2 foi alterado para 3. A Prefeitura de Barão de Cocais informou que não houve rompimento.

Muitos moradores não dormiram e passaram a madrugada nas ruas.

Em nota, a Vale informou que a medida é preventiva e foi tomada após uma auditoria independente informar à mineradora que a barragem tem “condição crítica de estabilidade”. (Veja íntegra do comunicado no fim desta reportagem).

A orientação para a mudança do nível de alerta partiu da Agência Nacional de Mineração (ANM). De acordo com a agência, o nível 3 significa "rompimento ou risco eminente de romper".

A barragem é do mesmo tipo da de Brumadinho, que rompeu em fevereiro e matou 210 pessoas. Outras 96 continuam desaparecidas.