28 de março de 2019

Empresa de Maringá entregava carne com selo adulterado para merenda escolar

A Polícia Civil de Cambé (87 quilômetros de Maringá) apreendeu nesta quarta-feira (27) 90 quilos de carne com selos de qualidade adulterados que seriam entregues em escolas da cidade para a merenda escolar. A carne é fornecida por uma empresa de Maringá, vencedora da licitação para o fornecimento a 44 escolas de Cambé, atendendo em torno de 11 mil alunos. Na empresa a polícia recolheu mais 607 quilos de carne, computador e impressora onde os selos eram falsificados.
A ação da polícia partiu de denuncia do frigorífico identificado nos selos falsificados. Segundo o delegado de Cambé, Roberto Fernandes, a nutricionista das escolas reclamou para a empresa sobre a qualidade da carne e outros problemas identificados nos lotes. Sem um retorno da empresa, acionou o frigorífico identificado nos selos que confirmou a falsificação e fez um boletim de ocorrência na delegacia.

Diante da denuncia a polícia acompanhou a entrega de um lote nesta quarta-feira e confirmou a falsificação dos selos e a falta de identificação da origem do produto. O responsável pela empresa de Maringá foi levado para a delegacia e liberado, mas vai responder pela falsificação do selo de qualidade do produto.