4 de março de 2019

MOTORISTA DE BUGGY MORRE APÓS BATER CONTRA TRASEIRA DE CAMINHONETE EM CURITIBA

Reprodução
As imagens foram capturadas dentro da Operação Carnaval da Polícia Rodoviária Estadual, iniciada às 14h de sexta-feira (1). No período, a PRE registrou 10 acidentes com 11 feridos. Não houve mortes, prisões por embriaguez ao volante e atropelamentos. Até o momento, no feriado prolongado de carnaval, foram aplicadas 139 atuações de trânsito por vários motivos. E no período, sete veículos foram apreendidos.

Os dados da PRE são parciais, até a manhã deste domingo (3). A Operação Carnaval encerra as 14h de quarta-feira (6).

PRF

Diariamente, as operações tendem a concentrarem em pontos vulneráveis, onde através de análises estatísticas, verificou-se concentração de ocorrências dos acidentes, especialmente aqueles com potencial grau de letalidade.

Para a PRF, o excesso de velocidade por parte dos condutores, tem sido fator contribuinte e em muitos casos, fator determinante para as mortes violentas no trânsito.

Vale ressaltar dissabores aos condutores flagrados com excesso de velocidade, como p.ex: quando a velocidade desenvolvida ultrapasse o limite de mais de 50% do limite da via.

Neste caso, além de R $ 880,41, que é o valor da multa, o condutor também terá a suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão da CNH.

Somente na manhã desta quinta-feira, (13), na Av. Colombo, os agentes da PRF, em duas horas de operação, flagraram 312 veículos com excesso de velocidade.

Portanto, dirigir dentro dos limites para a via, além de preservação da vida, é questão de economia. (Fonte: CBN Maringá / Mandaguari Online)