23 de março de 2019

São Paulo registra mais de 5 mil queixas de roubos e furtos de celulares durante o carnaval

Com informações do G1 - Cerca de 912 notificações de roubo e furto de celulares foram registradas por dia de festa no carnaval deste ano em São Paulo, segundo dados obtidos com exclusividade pelo G1 junto à Secretaria de Segurança Pública (SSP). Entre 1º e 6 de março, de acordo com o levantamento, 5.471 boletins por esses motivos foram registrados na cidade.

Dessas notificações, feitas durante a Operação Carnaval Mais Seguro 2019, 3.834 foram de furtos e 1.637 de roubos dos aparelhos. A pasta não informou quantas pessoas foram vítimas dos delitos ou o número de celulares levados, recuperados e devolvidos.

Segundo os dados da SSP, os números são um pouco menores que os do carnaval de 2018, quando foram registradas 5.767 ocorrências de roubo e furto — 5% a mais do que neste ano. No ano passado, foram notificados 3.942 furtos e 1.825 roubos de celular durante as festas na cidade.

Celulares levados: o que fazer?

Para quem teve o celular levado por criminosos ou perdeu o aparelho na folia, a Secretaria de Segurança Pública orienta registrar boletim de ocorrência e informar o número do IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel, na sigla em inglês) à operadora, para que o aparelho seja bloqueado.

Segundo a SSP, se o celular é recuperado e o dono consegue ser identificado, a Polícia Civil poderá contatar o proprietário. Para retirá-lo na delegacia, será necessário apresentar algum documento, como nota fiscal ou número de série do aparelho, para comprovar a posse do equipamento.