15 de março de 2019

Socorristas são homenageados pelo trabalho em Brumadinho

Reprodução / Foto: O Diário
Com informações de O Diário - Os três socorristas de Maringá e Arapongas que trabalharam em Brumadinho (MG), em janeiro, foram homenageados na sessão da Câmara de Vereadores de Maringá nesta quinta-feira (14). Victor Hugo Pereira da Cruz, Rogério Pires Fernandes e Adriano Porfirio Piza receberam um Brasão e certificado de Mérito Comunitário. “Foi muita tristeza, deixa a gente sem chão”, comenta o maringaense Victor Hugo sobre as lembranças do trabalho de resgate e apoio às vítimas que durou seis dias. “Aprendi uma lição de vida e a viver dia a dia”. Ele cita que por onde passava encontrava alguém que perdeu familiar ou amigo na tragédia com o rompimento da barragem.

A homenagem foi proposta pelo vereador Sidnei Telles (PSD), que justificou a iniciativa por ser engenheiro, profissão que trabalha justamente para evitar problemas e acidentes, o que não aconteceu em Brumadinho. “Um acidente como esse faz a gente ficar sem chão, com o coração apertado”, comentou ao falar emocionado.

Como foi

Os três socorristas trabalharam no resgate e apoio às vítimas na zona rural, próximo de onde ocorreu o rompimento da barragem. Eles recolheram corpos e parte de corpos que foram colocados numa câmara fria posteriormente encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).

Victor Hugo lembra com tristeza do abandono da região e que a equipe encontrou muitas casas deixadas às pressas, inclusive com animais largados para trás. Por outro lado, eles também encontraram moradores que se recusam a deixar o local com medo de saques de seus pertences, permanecendo num lugar tomado pela lama.

Futuro

O rompimento da barragem ocorreu no dia 25 de janeiro de 2019 deixando mais de 200 mortos. Os três socorristas foram para Brumadinho pelo Samu de Arapongas por terem treinamento especializado da Força Aérea Brasileira (FAB). Victor Hugo voltou a trabalhar em Maringá, agora no Pronto-Socorro do Hospital Santa Rita, e cursa o terceiro ano de Enfermagem na universidade. Ele pretende seguir na carreira ajudando quem precisa.