13 de abril de 2019

Câmara aprova orientação de primeiros socorros em maternidades

Com informações de O Diário / Reprodução: Sarandi em Dia - Os vereadores de Maringá aprovaram nessa semana, em primeira discussão, projeto que obriga hospitais e maternidades do município a adotarem um programa de orientação para as mães sobre salvamento de bebês engasgados. O vereador Belino Bracin (PP), autor do projeto, justifica a medida pelo número de casos registrados e como forma de evitar a morte de crianças recém-nascidas.
Conforme o projeto, que tem caráter preventivo e educativo segundo o vereador, as orientações aos pais deverão ser repassadas antes de o bebê ter alta e poder ir para casa. Bravin também sugere no projeto de lei que haja cartazes fixados nas maternidades e hospitais informando sobre o serviço de aconselhamento e a importância desse tipo de cuidado durante os primeiros dias de vida do recém-nascido.

Duas emendas, também aprovadas, de autoria dos vereadores Mário Verri (PT), Altamir Antônio dos Santos (PSD) e Dr. Jamal (PSL), determina que a instituição médica ofereça cartilha com passo a passo sobre o que fazer em caso de engasgamento de recém-nascido.
O vereador Dr. Jamal, que é médico da rede pública de saúde, elogiou o projeto. Segundo ele, morrem cerca de 700 crianças ao ano por essa causa. “Como médico, manifesto meu apoio a este bom projeto, que vai salvar muitas vidas em Maringá.”