1 de abril de 2019

Caso Daniel: audiências são retomadas nesta segunda-feira

                            (Foto: Douglas Bandeira/Rede Massa)
A Justiça retoma nesta segunda-feira (1º) as audiências da ação que apura a morte do ex-jogador Daniel Corrêa Freitas. A expectativa é que cerca de 60 pessoas sejam ouvidas até o final da semana.


Depois de ouvir pessoas indicadas pelo Ministério Público (MP-PR) e assistente de acusação, a juíza Luciani Regina Martins de Paula, da 1ª Vara Criminal de São José dos Pinhais, agora toma os depoimentos dos indicados pelos réus.

Sete pessoas respondem pelo assassinato do ex-jogador, que aconteceu no dia 27 de outubro do ano passado. Daniel foi encontrado morto na zona rural do município da região metropolitana, com sinais de agressão e mutilação.

Respondem ao processo o empresário Edison Brittes, que confessou ter matado o jovem por ciúmes – ele alega que Daniel tentou estuprar a sua esposa; as investigações não confirmam esta versão. Cristiana e Allana Brittes – esposa e filha de Edison – também respondem criminalmente.

Ainda no banco dos réus estão Eduardo Henrique da Silva, Ygor King, David William da Silva e Evellyn Barbosa. Evellyn é a única que responde em liberdade. Os demais réus estão presos preventivamente. Eles respondem por crimes como homicídio, coação de testemunhas e fraude processual.

Depois de ouvir testemunhas de acusação e defesa, chegará a vez de a juíza Luciani de Paula tomar o interrogatório dos acusados, encerrando a instrução penal. Ao fim do processo, ela decidirá se os réus responderão, ou não, no Tribunal do Júri.