30 de abril de 2019

'Elas são um milagre nas nossas vidas', diz mãe de gêmeas siamesas separadas após cirurgia no DF

Mel e Lis nasceram com parte do cabeça ligada. Bebês passaram por cirurgia inédita no DF — Foto: Acervo Pessoal
Com informações do G1 Globo / Reprodução: Sarandi em Dia
“Elas são um milagre nas nossas vidas.” A frase de Camila Vieira revela o alívio para uma história que começou há mais de um ano quando, ainda grávida, descobriu que esperava gêmeas siamesas.
A consultora é mãe de Mel e Lis que nasceram há 10 meses, unidas pela cabeça e, no último sábado (27), foram separadas em uma cirurgia inédita em Brasília. O procedimento durou mais de 20 horas e reuniu cerca de 50 profissionais.
Nesta segunda-feira (29), Camila contou que, no período de gestação, os médicos chegaram a cogitar um aborto.
“Colocaram pra gente a possibilidade de abortar, mas jamais eu iria abortar.”
Era madrugada de domingo (28) quando Camila e o marido Rodrigo Martins Aragão viram, pela primeira vez, as duas filhas separadas.
“Primeiro vimos a Mel na maca de cirurgia e já começamos a chorar. Eu pensei: gente, é uma boneca, não é minha filha. Não acreditei. Quando vimos a Lis é que a ficha caiu”, lembrou Camila. VEJA MAIS EM: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2019/04/29/elas-sao-um-milagre-nas-nossas-vidas-diz-mae-de-gemeas-siamesas-separadas-apos-cirurgia-no-df.ghtml