30 de abril de 2019

Hospital improvisa incubadora com recipiente plástico para atender bebê em UTI neonatal

Hospital de Santana improvisa incubadora com recipiente de plástico em UTI neonatal para atender bebê — Foto: CRM-AP/Divulgação
Com informações do G1 Globo / Reprodução: Sarandi em Dia
Entre paredes com mofo e infiltrações e crianças internadas pelos corredores do Hospital Estadual de Santana, uma cena chama a atenção: uma recém-nascida, de apenas 900 gramas, é mantida viva com ajuda de uma incubadora improvisada de recipiente plástico na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal.
A cena é o retrato do que os profissionais do hospital fazem para tentar manter a saúde de prematuros e outras crianças com os recursos que têm disponíveis. O Governo do Estado do Amapá (GEA) afirma que investe em reformas estruturais e que demanda reforço de profissionais. VEJA MAIS EM: https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2019/04/30/hospital-improvisa-incubadora-com-recipiente-plastico-para-atender-bebe-em-uti-neonatal.ghtml