3 de abril de 2019

Mãe de Cristiana Brittes culpa Daniel pela própria morte: “Foi provocar”

                            © Reprodução Edison Brittes e Cristiana Brittes estão presos
Gessi Rodrigues, mãe de Cristiana Brittes, falou à Justiça no fórum de São José dos Pinhais (PR) nesta quarta-feira (3). Ela prestou depoimento na audiência de instrução do Caso Daniel, que investiga a morte do jogador de futebol em outubro do ano passado. As informações são do UOL.


A mãe de Cristiana Brittes responsabilizou o jogador pela própria morte e por ter “acabado com família dela”. Daniel morreu degolado e com partes do seu corpo mutiladas após ser espancado na casa de Edison Brittes Júnior, que teria flagrado o atleta na cama ao lado de Cristiana Brtites. Ao ser perguntada sobre quem causou a morte de Daniel, Gessi Rodrigues acusou o jogador. “Sinto muito pela família dele, mas ele é o culpado, essa brincadeira acabou com a minha família”, afirmou Gessi.

A brincadeira citada por ela se refere a um áudio enviado por Daniel para amigos afirmando que havia “comido” Cristiana e enviou uma foto ao lado dela. “Entendo que ela [Cristiana] é uma vítima. Culpado é quem foi provocar, se deitar na cama com ela. Tinha banheiro lá fora, não tinha que ter ido lá dentro do quarto. O que aconteceu foi uma fatalidade, aconteceu porque foi provocado, ninguém foi atrás”, disse.

Seis pessoas são acusadas pela morte de Daniel, até o momento, e estão presas: Edison Brittes Júnior, David Vollero, Eduardo Henrique da Silva, Ygor King, Cristiana Brittes e Allana Brittes. Evellyn Perusso responde em liberdade por falso testemunho.