4 de abril de 2019

Projeto de construção do Parque Augusta prevê cachorródromo, trilha, redário e salas de educação ambiental

Vista aérea do Parque Augusta, na região central da capital — Foto: Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo
O Parque Augusta, no Centro de São Paulo, deverá ter cachorródromo, trilha, redário, salas de educação ambiental, além de bosque, playground e academia da 3ª idade.
A lista de atrações consta no projeto construtivo da nova área verde da cidade, ao qual o G1 teve acesso com exclusividade (veja mapa abaixo).
A cerimônia de transferência do terreno das construtoras Setin e Cyrela à municipalidade ocorrerá neste sábado (6). A partir daí, a gestão municipal e as construtoras poderão iniciar as obras.
Segundo a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA), a previsão é que o parque fique pronto no ano que vem.

"O projeto executivo vai definir todos os detalhes do parque, mas não pode haver modificação da essência do projeto preliminar, que foi discutido com a sociedade civil", disse o promotor Silvio Marques, da área do Patrimônio Público.