23 de maio de 2019

MPPR comenta importância das RadComs

             foto:Tomás Barreiros representante do MPPR.
                       

O Ministério Público do Paraná (MPPR) esteve representado por Tomás Barreiros na Assembleia Geral da APRACOM (Associação Paranaense de Rádios Comunitárias), realizada na capital paranaense no dia 18 de maio.

“Nos achamos que essa parceria é muito importante porque as rádios comunitárias tem um papel fundamental na democratização da comunicação, e o Ministério Público uma instituição cuja a missão constitucional é ser um guardião da democratização, preza muito por essa democratização”, comentou Barreiros ao ser questionado da parceria das rádios comunitárias, visto que O MPPR produz semanalmente o programa “MP no Rádio”, que é transmitido por dezenas de RadComs. Nas entrevistas, integrantes do MPPR e convidados falam sobre temas ligados à atuação institucional em diversas áreas, como direito de família, saúde, patrimônio público, educação, meio ambiente e segurança, entre várias outras de interesse público.

“As rádios comunitárias tem esse papel, de dar voz a quem não tem, de fazer chegar a informação em lugares onde muitas vezes as grandes rádios não chegam”, comentou ainda o representante do Ministério Público.
Realizada em Curitiba a Assembleia Geral da APRACOM, entidade constituída em 2015 que tem 175 rádios comunitárias filiadas, aprovou por unanimidade junto aos membros a alteração para FARCOM/PR – Federação das Associações de Rádios Comunitárias do Estado do Paraná.