11 de julho de 2019

Em meio à greve, UEM finaliza preparativos para o Vestibular de Inverno 2019. Tem provas domingo e segunda

                            Nani Góis/Alep

Enquanto técnicos e professores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) participaram nesta quarta-feira (10/7) de ato na frente do Hospital Universitário (HU), junto a outros setores em greve, como o dos professores e servidores das escolas, a Comissão do Vestibular Unificado (CVU) finaliza os preparativos para o Vestibular de Inverno 2019.A realização do concurso em meio à suspensão do calendário acadêmico da instituição foi acordada entre a Reitoria e o Comando de Greve. As provas vão ser realizadas no domingo (14/5) e segunda-feira (15/7). Até lá, a CVU faz o treinamento dos fiscais, a sinalização das salas que vão receber os candidatos e a preparação das provas.O Vestibular de Inverno de 2019 da Universidade Estadual de Maringá vai ser o primeiro a ser realizado comapenas dois dias de provas. A universidade também passa a realizar o concurso no período da tarde, entre 13h50 e 19 horas. O tempo passou para cinco horas. Até o ano passado, eram quatro horas de provas em cada um dos três dias do concurso.

No primeiro dia do vestibular da UEM, os candidatos vão responder a 40 questões objetivas de Conhecimentos Gerais e vão fazer a Redação.

No segundo dia, a prova vai contar com dez questões de Língua Portuguesa, cinco de Literaturas em Língua Portuguesa, cinco de Língua Estrangeira, além de 30 perguntas de Conhecimentos Específicos, de disciplinas que vão ser definidas pelo Conselho Acadêmico de cada curso da instituição.

Na prova de redação, explica a presidente da Comissão do Vestibular Unificado (CVU), Maria Raquel Natali, a UEM passa a exigir apenas um gênero textual. Em anos anteriores, eram exigidos dois textos.