23 de agosto de 2019

Homem morre carbonizado dentro de imobiliária

                                foto/divulgaçao

Uma pessoa morreu em um incêndio em uma imobiliária de Sarandi, no norte do Paraná, na manhã desta quinta-feira (22).
Imagens gravadas por pessoas que passavam pelo local mostram a altura das chamas. O incêndio começou pouco depois das 5h. Quando os bombeiros chegaram, o incêndio já havia tomado toda a parte interna do imóvel. Dentro do escritório havia muitos materiais inflamáveis, o que ajudou o fogo a se espalhar rapidamente.

"Tinha muito material inflamável, como revistas, jornais e documentos, além de vários móveis. Isso contribuiu bastante", explicou o subtenente do Corpo de Bombeiros, Amilton Santana.

No final do combate às chamas, os bombeiros encontraram um corpo carbonizado. Agora a Polícia Civil de Sarandi vai investigar o caso, quer saber as causas da morte dessa pessoa e também o que provocou o incêndio.

"Não havia sinais de arrombamento ou violação de portas quando os bombeiros chegaram. O fogo começou na área central do imóvel. Vamos abrir um inquérito para apurar as reais circunstâncias do incêndio e a causa morte da vítima", explicou o delegado Adriano Garcia.

A polícia científica fez uma perícia e, a princípio, a hipótese de homicídio foi descartada. O fogo pode ter começado de maneira acidental.O corpo encontrado pode ser de um arquiteto, dono do escritório. No entanto, a polícia aguarda o resultado de exames do Instituto Médico-Legal (IML) para confirmar a identidade da vítima.