24 de setembro de 2019

Morte de Ágatha intensifica debate sobre segurança pública nas redes e críticas a Witzel, aponta FGV

                             
A morte de Ágatha Félix intensificou o debate nas redes sociais sobre a segurança pública no Rio de Janeiro. Um estudo obtido pelo G1 mostra que, desde a morte da menina de 8 anos na sexta-feira (20), no Complexo do Alemão, o governador Wilson Witzel (PSC) foi alvo de 150 mil comentários no Twitter até domingo (22): 75% deles foram negativos e 25%, positivos.

O estudo é da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV/Dapp).

A morte de Ágatha também é tema do podcast O Assunto desta terça-feira (24). Hoje com Márcio Gomes, o programa traz o debate sobre um item do pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro: o chamado excludente de ilicitude.