16 de outubro de 2019

Autarquia de sarandi coloca a culpa em funcionario por enterra cavalo em terreno de posto de saúde, em Sarandi

                               Foto: RPC/Reprodução

Conforme o superintendente da Águas de Sarandi, Michel Codato, que reconheceu o erro, o funcionário não sabia qual era o procedimento correto a se fazer.

"Nosso operador de máquinas foi até o local e constatou o fato de o animal estar em decomposição. E, de maneira infantil, ao invés de carregar o animal e transportar para um local adequado, ele enterrou na própria UBS", afirmou.

No fim da tarde desta terça, servidores da autarquia retornaram ao local, desenterraram o cavalo e o levaram até o aterro sanitário.

Segundo o superintendente, o município não abrirá uma sindicância para apurar o caso, visto que o servidor não estava trabalhando para a autarquia - e sim para a secretaria de Meio Ambiente.

A secretaria informou que se o responsável pelo animal for identificado, ele poderá ser multado em até R$ 10 mil. A pasta afirmou ainda que denúncias podem ser feitas pelo telefone 156.

Codato explicou que enterrar o animal na unidade de saúde poderia contaminar o solo.

"Além de contaminar o meio ambiente, nossa captação de água é inteira subterrânea. Então, jamais podemos contaminar nosso solo", disse.