14 de janeiro de 2021

Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales é diagnosticado com coronavírus

 

                                Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, testou positivo para o coronavírus e já está recebendo tratamento para combater os sintomas, de acordo com comunicado divulgado por seu gabinete na noite desta terça-feira (12).
'Ele está estável e recebendo cuidados médicos', disse o comunicado, sem dar mais detalhes sobre seus.Na semana passada, Morales, de 61 anos, participou de reuniões de grupo com plantadores de coca em Cochabamba, no centro do país.As enfermarias e leitos hospitalares dos principais hospitais da Bolívia e do vizinho Peru estão à beira do colapso, especialmente após os feriados de fim de ano. Por conta da situação e aumento de casos, grande parte da América Latina luta para garantir suprimentos adequados de vacina Covid-19. A Bolívia já fez um acordo com a Rússia por 5,2 milhões de doses da vacina Sputnik V.
Embora os casos diários permaneçam abaixo do pico do ano passado,
falta de recursos, médicos e enfermeiros cansados ​​e uma recente onda de casos graves estão sobrecarregando e causando muita dificuldade para os sistemas de saúde de países da América Latina, segundo as autoridades locais.
A Bolívia teve 176.761 casos confirmados de Covid-19 e 9.454 mortes.