12 de janeiro de 2021

Hortelã, aliada na boa digestão e no combate ao resfriado

                                  © Getty Images 

 A hortelã, além de ser muito conhecida pelas suas balas deliciosas, também apresenta uma série de vantagens ao nosso corpo. Ela auxilia na digestão e ainda é indicada para combater problemas respiratórios, como gripes e resfriados. Para saber mais, basta conferir o texto que fizemos para você.

“A hortelã tem ação gastroprotetora, reduzindo a secreção gástrica. Estimula o fluxo biliar e a produção de bílis pelo fígado, colaborando para a digestão das gorduras”, explica Maria Angélica. Além disso, combate os gases e regula a contratilidade intestinal.

A hortelã também é bastante prescrita para gripes e resfriados, bronquites e sinusites, mas é preciso cuidado ao passar o óleo essencial no peito ou nas narinas de crianças, que tendem a ser mais sensíveis ao mentol, pois já houve relatos de choque. Grávidas ou em período de amamentação não devem utilizar o óleo.

Em laboratório, a erva que todo mundo gosta de ter na horta doméstica tem demonstrado importantes atividades antibacterianas, antivirais, antioxidantes e antitumorais. Existem poucos estudos com as folhas de hortelã em humanos. Já o óleo tem sido mais investigado e indicado também para o alívio de sintomas da síndrome do intestino irritável.

Quanto tomar

Como chá, de 3 a 6 gramas (1 a 2 colheres de sopa) de erva seca por dia. Use o dobro se for utilizar folhas frescas de hortelã.

Temperatura da água: recém-fervida.

Tempo de infusão: 5 a 10 minutos.

Em óleo essencial, de 6 a 12 gotas por dia.

Dicas de compra e utilização

› Prefira comprar chá de hortelã a granel, que você pode ver e cheirar. O chá deve ser verde, com cheiro fresco, e não marrom.

› Um chá de qualidade superior rende até três infusões. Compensa o preço mais alto.

› Procure um fornecedor de ervas orgânicas, que tenha sua confiança. Se optar por produtos de hortelã industrializados, busque aqueles com registro nos órgãos competentes.