29 de janeiro de 2021

Técnica de enfermagem finge ter vacinado idosa contra covid e é afastada.

 

 
                                 foto: reproduçao

Uma técnica de enfermagem foi afastada após ter simulado que aplicou a vacina contra a covid-19 em uma idosa de 97 anos, em Maceió. A aposentada foi na tarde de hoje ao estacionamento do Pátio Shopping, no bairro Benedito Bentes, um dos pontos da campanha de vacinação. Por volta das 12h, a idosa teve o braço esquerdo furado pela agulha, mas o líquido da vacina não foi injetado. Um vídeo feito pela cuidadora da idosa mostra que o imunizante não foi aplicado. Após verem a imagem, familiares da vítima procuraram os responsáveis pela campanha de vacinação e, após ter sido constatada a fraude, outra profissional de saúde fez a aplicação da vacina corretamente.A Prefeitura de Maceió afastou a técnica de enfermagem que cometeu a fraude e abriu um procedimento administrativo para investigar o caso. O MPE-AL (Ministério Público Estadual de Alagoas) informou que vai instaurar uma Notícia de Fato para apurar o ocorrido. O nome da técnica de enfermagem não foi divulgado. Segundo a família da idosa, que não terá o nome divulgado para manter a privacidade, ela estava ansiosa para receber a vacina, pois está há dez meses sem receber visitas dos filhos e netos. Hoje, ela foi levada pela cuidadora para se vacinar contra a covid-19 por volta das 12h, e a responsável gravou um vídeo da suposta imunização para mostrar aos familiares da idosa. Nas imagens, a técnica de enfermagem prepara o local da injeção passando um algodão, depois injeta a agulha e não aperta o êmbolo, deixando todo o líquido dentro do cilindro. "Isso dá reação?", questiona a cuidadora da idosa. A técnica responde em seguida: "geralmente, eu não vejo ninguém comentar até agora". A cuidadora pergunta: "só isso?". "Só", responde a técnica de enfermagem, enquanto retira a injeção intacta e passa o algodão no braço da idosa. Em seguida, a cuidadora enviou o vídeo para o grupo da família e, logo em seguida, os familiares da idosa ficaram estarrecidos ao notarem que o imunizante não foi aplicado.Após verem a imagem, familiares da vítima procuraram os responsáveis pela campanha de vacinação e, após ter sido constatada a fraude, outra profissional de saúde fez a aplicação da vacina corretamente.