26 de abril de 2019

Coreia do Norte diz que EUA agiram de má-fé no segundo encontro entre Trump e Kim

nov / via REUTERS
Com informações do G1 Globo / Reprodução - O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, acusou nesta quinta-feira (25) os Estados Unidos de agirem de maneira unilateral e com má-fé no segundo encontro entre ele e Donald Trump, em fevereiro. O norte-coreano está reunido com o presidente da Rússia, Vladimir Putin (leia mais no fim da reportagem).Kim também disse que a situação na península dependerá completamente das atitudes tomadas pelo governo dos EUA.
"A situação na Península Coreana e na região está estagnada e chegou a um ponto crítico", afirmou Kim, de acordo com a agência KCNA

Trump e Kim se reuniram em fevereiro em Hanói, capital do Vietnã. Diferentemente do primeiro encontro bem sucedido de Singapura, em junho de 2018, a segunda cúpula terminou mais cedo e sem nenhum acordo assinado.
VEJA MAIS EM: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/04/25/coreia-do-norte-diz-que-eua-agiram-de-ma-fe-no-segundo-encontro-entre-trump-e-kim.ghtml