26 de abril de 2019

Em dois anos, cresce em 10,2 milhões o número de brasileiros que fazem trabalho sem remuneração, aponta IBGE

Mulheres seguem sendo maioria na dedicação aos afazeres domésticos; 93% das mulheres com 14 anos ou mais fazem algum trabalho doméstico — Foto: Joalline Nascimento/G1
Com informações do G1 Globo / Reprodução: Enquanto o mercado de trabalho no Brasil segue deteriorado, com queda do emprego formal e aumento expressivo da informalidade, cresce o número de pessoas dedicadas ao trabalho não remunerado no país, sobretudo aquele relacionado às atividades domésticas. É o que revela uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
VEJA MAIS EM: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/04/26/em-dois-anos-cresce-em-102-milhoes-o-numero-de-brasileiros-que-fazem-trabalho-sem-remuneracao-aponta-ibge.ghtml