24 de abril de 2019

Justiça derruba proibição e permite "saidinha" de Dia das Mães a Richthofen

                            imagem: Tuca Vieira - 29/06/2005 / Folha Imagem

Marcela Leite
Do UOL, em São Paulo
23/04/2019 22h11

A Justiça voltou a autorizar as três saídas temporárias anuais da prisão às quais Suzanne Von Richthofen tem direito. A defesa de Suzanne entrou com um pedido de habeas corpus para garantir as chamadas "saidinhas" depois de ela ter sido flagrada por policiais em uma festa em Taubaté, no interior de São Paulo, no Natal do ano passado, e perder o benefício em fevereiro deste ano.

Condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais em 2002, ela teve suspenso o direito de deixar a Penitenciária Feminina de Tremembé, onde está presa desde 2006, depois de uma determinação da juíza Wania Regina da Cunha, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté em fevereiro deste ano. Ela entendeu que a detenta infringiu as regras impostas para as "saidinhas", como ir a festas, boates e ingerir bebida alcoólica.