11 de fevereiro de 2020

Vacinação contra sarampo quer imunizar 3 milhões de crianças e jovens

                               © Valter Campanato/Agência Brasil

A campanha de vacinação faz parte de uma estratégia nacional para interromper a transmissão do sarampo e eliminar a circulação do vírus.

Em 2019, O Brasil teve 18,2 mil casos de sarampo em 526 municípios. Em São Paulo, foram registradas 14 mortes e uma em Pernambuco. O maior número de casos também foi registrado em São Paulo, 16 mil.

O dia D da campanha vai acontecer no dia 15 de fevereiro, quando várias unidades de saúde ficarão abertas durante o sábado.
                       © Tânia Rêgo/Agência Brasil
Sarampo

O vírus, conhecido por ser o mais contagioso micro-organismo causador do sarampo, é facilmente passado de um indivíduo para outro através de secreções, carregadas pelo ar. Portanto, basta um espirro ou um beijo para que ele seja propagado. A única forma de prevenção é a vacina, tanto em adultos quanto em crianças.
Esquema vacinal contra o sarampo

O esquema vacinal contra o sarampo para crianças é de uma dose aos 12 meses (Tríplice Viral) e outra (a Tetra Viral) aos 15 meses de idade.

Para adolescentes e adultos até 49 anos:

Até os 29 anos – duas doses, podendo ser da Tríplice ou Tetra Viral

Dos 30 aos 49 anos – dose única, podendo ser da Tríplice ou Tetra Viral

Quem já tomou duas doses durante a vida, da Tríplice ou da Tetra, não precisa mais receber a vacina.